Uma iniciativa do 

lab logo azul.png

Uma iniciativa do 

logo roxo_.png

Os Produtos

NESTA PRIMEIRA ETAPA, AS MULHERES PIONEIRAS ESTÃO PRODUZINDO MODA E UNIFORMES LEVES.
 

Confira os modelos. Ao se interessar entre em contato conosco.

 

Conheça o  Programa 

Tramando Junt@s é um programa inovador que propõe uma nova metodologia para negócios coletivos onde as regras de mercado são respeitadas, o lucro faz parte do processo, mas as condições de trabalho e de partilha de ganhos obedece a critérios de sustentabilidade, de justiça social, de direitos humanos e de cuidados ambientais.

A iniciativa nasce do compromisso de entidades empresariais, governamentais e da sociedade civil parte do LabModa Sustentável www.labmodasustentável.org.br embasada em princípios e valores de inclusão de um segmento da população a quem, historicamente, vem sendo negados direitos e condições de cidadania plena, via um sistema produtivo que lhes garanta acesso ao mercado em condições de trabalho decente e renda digna.

O Programa demonstra que é possível implantar uma unidade de produção aliando as melhores práticas socioambientais com alta qualidade técnica, preço justo, capacidade produtiva, competitividade e gestão eficiente.

Apesar de concebido pelo e para o setor da moda, o Programa pode ser reaplicado em outros arranjos produtivos, urbanos e rurais que tenham em sua cadeia elos vulneráveis que comprometam o exercício da responsabilidade socioambiental do setor.

 

Projeto Piloto SARTASIÑANI

UM NEGÓCIO SOCIAL, COLABORATIVO, INCLUSIVO E SUSTENTÁVEL

SARTASIÑANI é um coletivo de mulheres que residem e atuam no bairro paulistano Alto da Casa Verde e juntas buscam se proteger em relação as adversidades encontradas.

 

Para contribuir com este coletivo que há tempos caminha neste sentido, o projeto piloto tem por objetivo incluir na cadeia da moda sustentável, costureiras imigrantes que trabalham em condições precárias, insalubres e na informalidade. Estas mulheres são vítimas de condição socioeconômica perversa em que recebem tecidos de atravessadores para costurar peças de roupas a serem vendidas na feira da madrugada e ainda precisam arcar com os custos de eletricidade, dos aviamentos e dos consertos das máquinas. A remuneração insuficiente as obriga a trabalhar por mais de 12 horas para auferir rendimentos que garantam seu sustento e dos filhos e, muitas vezes, enviarem recursos para auxiliar na sobrevivência de suas famílias nos países de origem.

O projeto foi concebido de modo a lhes proporcionar condições de trabalho dignas, capacitação técnica, gerencial e de direitos, desenvolvimento pessoal e autonomia profissional, proporcionando-lhes acesso ao mercado, por meio da implantação de uma unidade fabril onde se confeccione roupas de maneira sustentável e justa, além do desenvolvimento de uma marca própria que terá o nome de SARTASIÑANI que significa no idioma aimara “levantemo-nos”.

 

Ao mesmo tempo, este projeto piloto, contribui fortemente para a diminuição da vulnerabilidade na cadeia da moda oferecendo produtos de boa qualidade, advindos de produção certificada e sustentável. Grandes marcas da moda têm apoiado esta iniciativa por bem compreender a evolução e os benefícios que um projeto como este significa para todo o setor.

 
0

A Metodologia 

A metodologia desenvolvida neste modelo de negócio constitui uma Tecnologia Social que embasa a implantação de novas unidades pelo Tramando Junt@s em outros pontos da cidade, agregando um número maior de costureiras, assim como em outras localidades do país e até mesmo no país de origem das imigrantes, evitando que estas tenham que deixara sua pátria e a sua família para buscar trabalho e renda no exterior.

 

Busca inovar no processo de inclusão econômica por meio da participação ampla das beneficiarias de cada projeto, tornando-as agentes de seu proprio desenvolvimento profissional, preparando-as para o trabalho coletivo e para as exigências do mercado sem descuidar da evolução pessoal e da melhoria de suas condições de vida. Todos os cuidados são tomados neste sentido, tais como, a implantação da unidade fabril próxima às moradias possibilitando menos tempo e custo de deslocamento, menor emissão de Gases de efeito Estufa, colaborando para a diminuição do transito nos grandes centros e, portanto, proporcionando mais recursos e tempo para dedicação à família, cuidados aos filhos, ao lazer e ao repouso.

A metodologia inclui um sistema de rodizio nas tarefas para que todos os partícipes possam tomar ciência das diversas etapas e processos que fazem parte de um negócio, para além apenas do desempenho das funções especificas, e valorizar cada uma delas. Cada um e cada uma devem conhecer os detalhes dos setores administrativos e financeiros, de RH e Comunicação, as obrigações fiscais e tributárias para que possam avançar, em conjunto, rumo à sua autonomia e emancipação.  

Um dos avanços buscados por esta metodologia é enfrentar a dificuldade jurídica de formar coletivos de MEIs (Micro Empreendedores Individuais), como SPEs (sociedades de Propósito Especifico) para possibilitar o trabalho conjunto em ser em modelo alternativo ao cooperativismo. Estudos e injunções em órgãos governamentais tem sido feito com excelentes perspectivas.

 
 

Conheça as histórias de vida de algumas das pioneiras do projeto

 

Quem somos:

Líderes do Projeto


Sergio Miletto (Alampyme•BR )

Miriam Duailibi (Instituto Ecoar)

 

Co-Líderes:

Nancy Salva, e Jessica Ruiz - SARTASIÑANI - Coletivo Informal de Costureiras da Casa Verde Alta;

Roque Pattussi (CAMI)

 

Equipe de Elaboração e Apoio da Iniciativa


Mércia Silva e Mariana Miranda (InPacto),

Ana Yara Paulino (pesquisadora do movimento sindical),

Aparecida Carmelita de Sousa (Sindicato das Costureiras de Osasco e São Paulo),

Francisca Trajano dos Santos (CNT V-CUT),

Luciana Campello Almeida (IC&A),

Luciana Elena Vázquez (Secretaria Municipal de Direitos Humanos),

Marcel Gomes (Repórter Brasil),

OIT 

Instituição âncora


Instituto Ecoar (proponente)

Instituições Parceiras: Alampyme Br, CAMI, Coletivo Informal de Costureiras da Casa Verde

 

Parceiro Financiador

 

Instituto C&A.

 

Apoiadores

Faculdade Anhanguera

• FOCUS TEXTIL

• WELTTEC 

CONTATO

ENCOMENDAS

DÚVIDAS

PARCERIAS

ESTAMOS À DISPOSIÇÃO PARA ENCOMENDAS