logo tramando alpha.png

Uma iniciativa do 

logo roxo_.png

Com o advento da epidemia do Covid-19, face ao isolamento social e à interrupção temporária da produção e vendas de uniformes, o Programa Tramando Junt@s cientes das dificuldades financeiras que o Coletivo Sartasiñani enfrentaria sem poder produzir, encontrou na necessidade do mercado uma oportunidade para gerar renda à essas costureiras e suas famílias e, ao mesmo tempo, atender a demanda por máscaras, aventais e jalecos neste momento de calamidade pública que enfrentamos.

 

A produção desses insumos hospitalares está sendo executada em consonância com as orientações da Anvisa e obedecendo os preceitos de trabalho decente que norteiam o Tramando Junt@s: respeito a carga horaria de 08 horas/dia, descanso semanal, alta qualidade técnica dos produtos e preço justo.

 

Atendendo apenas grandes encomendas do setor de saúde de modo a contribuir com o enfrentamento da pandemia, pretendemos retomar os objetivos iniciais do Programa, ou seja, a produção e uniformes e o desenvolvimento de linha própria   de moda, assim que possível.

Os Produtos

NESTA PRIMEIRA ETAPA, AS MULHERES PIONEIRAS ESTÃO PRODUZINDO MODA E UNIFORMES LEVES.
 

Confira os modelos. Ao se interessar entre em contato conosco.

 
logo tramando alpha.png

Conheça o  Programa 

Tramando Junt@s é um programa inovador que propõe uma nova metodologia para negócios coletivos onde as regras de mercado são respeitadas, o lucro faz parte do processo, mas as condições de trabalho e de partilha de ganhos obedece a critérios de sustentabilidade, de justiça social, de direitos humanos e de cuidados ambientais.

A iniciativa nasce do compromisso de entidades empresariais, governamentais e da sociedade civil parte do LabModa Sustentável www.labmodasustentável.org.br embasada em princípios e valores de inclusão de um segmento da população a quem, historicamente, vem sendo negados direitos e condições de cidadania plena, via um sistema produtivo que lhes garanta acesso ao mercado em condições de trabalho decente e renda digna.

O Programa demonstra que é possível implantar uma unidade de produção aliando as melhores práticas socioambientais com alta qualidade técnica, preço justo, capacidade produtiva, competitividade e gestão eficiente.

Apesar de concebido pelo e para o setor da moda, o Programa pode ser reaplicado em outros arranjos produtivos, urbanos e rurais que tenham em sua cadeia elos vulneráveis que comprometam o exercício da responsabilidade socioambiental do setor.

 

Projeto Piloto SARTASIÑANI

UM NEGÓCIO SOCIAL, COLABORATIVO, INCLUSIVO E SUSTENTÁVEL

SARTASIÑANI é um coletivo de mulheres que residem e atuam no bairro paulistano Alto da Casa Verde e juntas buscam se proteger em relação as adversidades encontradas.

 

Para contribuir com este coletivo que há tempos caminha neste sentido, o projeto piloto tem por objetivo incluir na cadeia da moda sustentável, costureiras imigrantes que trabalham em condições precárias, insalubres e na informalidade. Estas mulheres são vítimas de condição socioeconômica perversa em que recebem tecidos de atravessadores para costurar peças de roupas a serem vendidas na feira da madrugada e ainda precisam arcar com os custos de eletricidade, dos aviamentos e dos consertos das máquinas. A remuneração insuficiente as obriga a trabalhar por mais de 12 horas para auferir rendimentos que garantam seu sustento e dos filhos e, muitas vezes, enviarem recursos para auxiliar na sobrevivência de suas famílias nos países de origem.

O projeto foi concebido de modo a lhes proporcionar condições de trabalho dignas, capacitação técnica, gerencial e de direitos, desenvolvimento pessoal e autonomia profissional, proporcionando-lhes acesso ao mercado, por meio da implantação de uma unidade fabril onde se confeccione roupas de maneira sustentável e justa, além do desenvolvimento de uma marca própria que terá o nome de SARTASIÑANI que significa no idioma aimara “levantemo-nos”.

 

Ao mesmo tempo, este projeto piloto, contribui fortemente para a diminuição da vulnerabilidade na cadeia da moda oferecendo produtos de boa qualidade, advindos de produção certificada e sustentável. Grandes marcas da moda têm apoiado esta iniciativa por bem compreender a evolução e os benefícios que um projeto como este significa para todo o setor.